Buscar
  • Suelen Sacht Fernandes

Bússola das Emoções – Ferramenta de Inteligência Emocional

Atualizado: 5 de Nov de 2019


Quem quer ser emocionalmente inteligente?


A inteligência emocional está cada dia mais importante, tanto na área pessoal quanto na área profissional.


Quem nunca foi dominado pelas emoções? Quem nunca passou por um momento em que a emoção tomou o controle da situação e foi difícil agir racionalmente? Todo ser humano já passou por isso.


As emoções nos trazem muito benefícios, nos movem, nos protegem, nos preservam, nos impulsionam, mas também podem nos bloquear, nos fazer agir precipitadamente, nos fazer cometer erros e falhas. Então precisamos gerenciá-las, precisamos ser emocionalmente inteligentes.


Para se ter sucesso pessoal e profissional é essencial desenvolver a inteligência emocional. E para isso é importante desenvolver estes domínios:

  • Conhecer as próprias emoções – ter habilidade para conseguir identificar o que está sentindo.

  • Lidar com as emoções – ter habilidade para se controlar.

  • Motivar-se – ter capacidade de motivar a si mesmo.

  • Reconhecer as emoções nos outros – ter empatia, compreender o que os outros sentem, ver através da perspectiva do outro.

  • Lidar com Relacionamentos – competência para criar e manter relacionamentos e rede de suporte. (GOLEMAN, 1995)

Identificar e conhecer as próprias emoções é um primeiro passo muito importante para se desenvolver a inteligência emocional.


E para auxiliar nesta etapa, apresento a ferramenta chamada Bússola das emoções, ela aumenta o vocabulário emocional e ajuda a nomear as emoções.

As emoções dentro da bússola provêm das emoções básicas: Alegria, Raiva, Tristeza e Medo.

  • A Tristeza está relacionada com perdas. É a emoção mais negativa, a pessoa apresenta baixa vitalidade, paralisação da ação.

  • A Raiva está relacionada com transgredir os próprios limites. Ela mobiliza ao ataque, à ação.

  • O Medo está ligado à incerteza. Leva a pessoa a evitar, fugir.

  • A Alergia é uma emoção positiva, relacionada à felicidade. A pessoa apresenta disposição e energia.

Como utilizar a Bússola das emoções:



Quando você não conseguir denominar o que está sentindo de maneira bem clara, você procura na bússola qual a emoção que você se identifica mais naquele momento e então após localizá-la é possível detectar de quais emoções básicas esta emoção provém.


Por exemplo, se você está se sentindo culpado, podemos verificar na bússola que a culpa provém de duas emoções diferentes, da tristeza e da raiva; da tristeza porque tem uma parte de perda, e da raiva porque tem uma parte de transgressão dos limites.


Outro exemplo, se você está se sentindo ansioso, identificamos na bússola que a ansiedade provém da tristeza e do medo; da tristeza porque causa uma perda, e de medo porque sente uma incerteza quanto ao futuro.


Já quando se sente desiludido tem uma parte de tristeza relacionado à uma perda e apresenta um pouco de alegria, ligado à uma esperança.


E quando se sente desprezado apresenta um componente de raiva, de uma situação de frustração, e uma parte de medo, de incerteza.


Após identificarmos as emoções, analisamos qual a intenção positiva desta emoção. A raiva nos mobiliza a buscarmos o que queremos; a tristeza nos diz para aceitarmos a perda, nos pede uma reflexão; o medo nos solicita que busquemos recursos ou que os usemos; e a alegria nos solicita que comemoremos, que nos alegremos.


É importante identificar qual a motivação por trás desta emoção. E qual o gatilho que dispara esta reação em você.


Quanto mais rico for seu repertório de emoções, melhor você conseguirá identificar o que está sentindo para então fazer a gestão desta emoção.


A inteligência emocional é uma prática, o conhecimento é importante, saber o que fazer é importante, mas de nada vale se não praticar. No começo pode ser um pouco mais difícil, mas é necessário começar, exercitar, e então depois será mais fácil, se tornará um hábito e o esforço será menor. Mas não deixe para depois, o que você pode começar hoje! Coloque em prática o que aprendeu e tenha mais sucesso em seus relacionamentos, na busca dos seus objetivos e na sua carreira!


"[...] porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. [...] Tudo posso naquele que me fortalece." Filipenses 4:11b,13.


Publicado em: https://www.linkedin.com/pulse/b%C3%BAssola-das-emo%C3%A7%C3%B5es-ferramenta-de-intelig%C3%AAncia-suelen-sacht-fernandes/


Referências:

GOLEMAN, Daniel. Inteligência Emocional. A teoria revolucionária que redefine o que é ser inteligente. RJ: Objetiva, 1995.

Conoce tus emociones con la Brújula Emocional - Eva de la Coba. Acciónate. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=9WQ1bxnYkfU.


#inteligênciaemocional

229 visualizações

©2019 por Way Maker. Orgulhosamente criado com Wix.com